Lages já dispõe de internet gratuita em duas praças

O prefeito Elizeu Mattos lançou na manhã desta terça (10) o projeto-piloto Internet na Praça. O objetivo, com a empresa Bitcom, é garantir à população o acesso gratuito de internet wi-fi nas principais praças de Lages. Através da parceria com a iniciativa privada, a prefeitura concederá permissão não onerosa para a implantação de equipamentos para o funcionamento do sistema. “A partir de hoje à tarde (terça-feira), as praças João Ribeiro e João Costa disponibilizam internet gratuita para facilitar o acesso às redes sociais”, informa Elizeu. “É preferível que nossos jovens estejam conectados (à internet) nas praças a permanecerem isolados em seus quartos”, entende.


Inicialmente o projeto será implantado nas praças João Ribeiro e João Costa, no parque Jonas Ramos (Tanque), ambos no Centro, e num espaço público no bairro Guarujá, ainda a ser definido. A previsão é de que até o fim do mês comece a funcionar no Tanque e no Guarujá. Marcio de Oliveira, supervisor técnico da Bitcom, explica que através de equipamentos adequados serão oferecidos sinais wi-fi de 50 megabits, que poderão ser utilizados no período de duas horas diárias, com smartphones, tablets ou notebooks.
Ele informa que os equipamentos suportarão o acesso de até 800 usuários ao mesmo tempo em cada local. “Não haverá senha, o acesso se dará através dos logins/cadastro dos usuários nas redes sociais, como o Facebook, ou através de um cadastro da pessoa com e-mail e telefone. Esta é uma forma de nos precavermos em relação aos crimes digitais”, justifica. A empresa será responsável pela implantação e manutenção dos serviços e equipamentos em troca de publicidade.
A intenção é numa segunda etapa ampliar o projeto para que seja implantado em 15 praças, como a Joca Neves, Vidal Ramos Sênior (Terminal Urbano), a do Jones Minosso e a do Convento das Irmãs Clarissas, no Petrópolis, além de espaços públicos nas regiões do Caroba, Santa Helena, Coral, Santa Catarina, Penha, Conta Dinheiro e no Salto Caveiras. Foi assinado um termo de permissão de uso com prazo de 120 dias em que ocorrerá o projeto-piloto sob a responsabilidade da Bitcom. Após esse período será feita uma licitação ou chamada pública para que outras empresas interessadas ofereçam o serviço.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Anunciados os shows tradicionalistas da 32ª Festa Nacional do Pinhão