Empresa de embalagens terá incentivos do Governo do Estado e da prefeitura de Lages para gerar 150 empregos

Nesta terça-feira, 5, a Sanovo Greempack Embalagens confirmou que irá se instalar em Lages.
 O anúncio oficial aconteceu pela manhã, na Associação Empresarial (Acil), com a presença de lideranças da região. 
A multinacional dinamarquesa cuja sede brasileira fica em Sorocaba (SP) investirá cerca de R$ 60 milhões na nova uma filial. 
O objetivo é confeccionar anualmente 50 milhões de bandejas com papel reciclado para o armazenamento de maçãs e ovos, gerando aproximadamente 150 empregos diretos. A fábrica terá capacidade para atender as demandas de 85% da produção em um raio de 120 quilômetros.
O empreendimento contará com incentivos fiscais do Governo de Santa Catarina e da prefeitura de Lages. As parcerias foram oficializadas durante o ato. O prefeito Elizeu Mattos assinou à imissão de posse de um terreno de 80 mil metros quadrados na avenida Victor Alves de Brito (próximo a Ambev) para a construção da fábrica.


Os representantes do Estado, Paulo César da Costa, que preside a SC Parcerias e Participações,  e João Alberto Duarte, secretário de Desenvolvimento Regional, autorizaram o enquadramento do empreendimento no programa Pró-Emprego. O acordo prevê isenção de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) para os materiais de construção adquiridos em solo catarinense.

Para usufruir dos benefícios, a empresa precisará iniciar o processo de implantação em até 180 dias. O gerente geral da Sanovo Greempack no Brasil, Edson Roberto Donzelli, apresentou dados sobre o grupo, e ressaltou que a intenção é locar de imediato um barracão para concentrar e distribuir bandejas produzidas em outras filiais enquanto a fábrica de Lages é construída.

Já o presidente da empresa na América do Sul, Ernesto Schnbrod, afirmou que a força do agronegócio na Serra Catarinense e as condições oferecidas pelo poder público foram decisivas na escolha de Lages para a consolidação do empreendimento. 

Comentários