Postagens

Mostrando postagens de setembro 13, 2016

Câmara de Vereadores homenageia João Amorim nesta terça (13).

Imagem
O Poder Legislativo Lageano realiza nesta terça-feira (13) uma sessão solene em homenagem ao cineasta, comunicador e ex-vereador de Lages, João Amorim Sobrinho. A Câmara vai conceder placa de homenagem pelo pioneiro trabalho cinematográfico e pela valorização da cultura no município em programas de rádio, discos e filmes produzidos por João Amorim. A solenidade que tem início às 20h, no Plenário Nereu Ramos, foi proposta pelo vereador Pastor Mendes (PMDB) e aprovada por unanimidade pelos pares. João Amorim é um dos pioneiros do cinema no estado Nascido em 4 de outubro de 1946 na cidade de Curitibanos-SC, João Amorim Sobrinho é um dos nove filhos de Alberto e Andolina Amorim. De criança já gostava de filmes e de música, metido a tocar viola e acordeom. Aos 16 anos, se muda para Lages onde trabalha em empresas como a Tyresoles Lageana e o Auto Posto Coral. Serviu o Exército Brasileiro. 13 de maio de 1967 é a data de seu casório com Nivalda Zulianello Amorim, de qual união ci

Situação precária do Hospital Maternidade Tereza Ramos é relatado à população

Imagem
A representante do Sindisaúde SC, Ivanise Simon, esteve na audiência pública que aconteceu nesta quinta-feira, na Câmara, para narrar a situação do Hospital Tereza Ramos. Leia o que ela narrou: Me dirijo os nobres legisladores A proposta aqui é discutir o cenário do SUS. Situação de atendimento na região. Pena que os maiores entendedores deste processo, os trabalhadores e usuários do SUS, não estejam aqui. Ou não foram convidados. Sim, SC tem o maior volume de obras da nossa história. Somos diferentes porque não paramos de investir. Pois digo, obras só não bastam, meras propagandas eleitoreiras. Temos um elevador parado há mais de um ano. Não temos rampa de acesso no HTR. Um elevador capenga que não aguenta a demanda. Muitas vezes impediu a elaboração de exames, hemodiálise. Pacientes restritos ao leito ou presos fora de seu setor por falta de acessibilidade. Sim, funcionários se recusavam a descer pacientes pela escada para não se expor ao risco ocupacional des