Postagens

Mostrando postagens de setembro 4, 2017

Sesi Corridas do Bem reúne mais de 700 participantes em Lages

Imagem
O Serviço Social da Indústria (Sesi), em Lages, entidade da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), promoveu neste domingo (3) o Sesi Corridas do Bem. O evento reuniu mais de 700 participantes de diversas categorias. A prova foi realizada por avenidas e ruas da cidade. Teve por objetivo promover a qualidade de vida por intermédio da atividade física. A largada ocorreu às 8 horas em frente à unidade do Sesi, no Bairro Gethal, envolvendo participantes nas categorias industriário e comunidade, nos naipes masculino e feminino, com percurso de 5km e 10km. A corrida também contou com a modalidade de caminhada e maratoninha, para crianças de sete a 13 anos de idade. No evento, foram colocados à disposição dos atletas serviços de massoterapia, aferição de pressão arterial, avaliação física, além de frutas e água, numa estrutura montada no pátio do Sesi. Os primeiros atletas chegaram com menos de 20 minutos de prova. Cada um que completava o percurso era aplaudido.

Final feliz com ajuda da Polícia Militar, crianças desaparecidas são encontradas em Lages

Imagem
Duas crianças, uma menina de 12 anos e um menino de 9, foram encontradas no início da tarde de sábado, 2, em Lages no bairro Chapada. Os primos haviam fugido de casa na sexta-feira, 1, e estavam desaparecidos desde então. Segundo informações teriam ido até a casa de uma vizinha e não retornaram para casa. A polícia iniciou as buscas, por meio da radio patrulha, Rocam e até mesmo com o Águia 4, às 7h da manhã de sábado, assim que tomou conhecimento do caso. De acordo com os policiais que atenderam a ocorrência, sargento Amarante e a soldado Karina, quando as crianças avistaram um grande número de pessoas e a presença da polícia militar no local onde estavam escondidas, ficaram com medo de seus pais e acabaram retornando para rua de sua residência.   Os policiais orientaram a mãe da menina, Patrícia Silva de Souza, que foi quem chamou a polícia, a ir até a delegacia de Polícia Civil fazer o registro de reaparecimento e também acionaram o Conselho Tutelar para que o órgão tomasse