Rua Cristiano Brascher no bairro Santa Helena

Prefeito soluciona impasse com moradores do Santa Helena
“Acredito que uma vida vale muito mais que o conforto dos motoristas em seus carros. 
Não queremos correr o risco de pessoas serem atropeladas por não contarem com calçadas e precisarem usar o asfalto. Estamos dando mais atenção aos pedestres.” Elizeu Mattos
O prefeito Elizeu Mattos recebeu em seu gabinete, na tarde desta quarta-feira (21), o presidente da associação de moradores do bairro Santa Helena, Nelson Bassuli, acompanhado do vice-presidente Walter Gonçalves e dos moradores Celio Pereira Mota e João Volni Madruga da Silva.

 A reunião ocorreu para esclarecimentos sobre as obras de pavimentação, reperfilagem e construção de passeios públicos na rua Cristiano Brascher. 
O secretário de Infraestrutura, Benjamin Schultz, e o executivo de Gabinete, Pedro Freitas, acompanharam o encontro. 
Segundo os representantes do bairro, há moradores solicitando o alargamento da via, diminuindo assim a largura das calçadas. O prefeito explicou que a construção dos passeios, garantindo acessibilidade aos pedestres, é prioridade em sua gestão. 
A determinação é de que, a partir de agora, dentro do possível, todas as vias pavimentadas contarão com calçadas. “Acredito que uma vida vale muito mais que o conforto dos motoristas em seus carros. Não queremos correr o risco de pessoas serem atropeladas por não contarem com calçadas e precisarem usar o asfalto ao caminharem. Estamos dando mais atenção aos pedestres”, argumenta.
O impasse foi gerado porque cerca de 30% das residências da rua ficam abaixo do nível do asfalto, impedindo que a pavimentação fosse alargada. As calçadas estão sendo construídas conforme o padrão de largura mínima imposto pelo Programa de Mobilidade Urbana, que é de 1,5 metro. “Precisamos seguir esta determinação para garantir o recebimento dos recursos do programa, além de ser mais seguro e acessível aos cadeirantes”, explica.
Moradores apoiam
João Volni faz parte do Conselho do Idoso e aprovou a iniciativa do prefeito Elizeu. “Sempre nos preocupamos com esta questão das calçadas, pois pessoas de mais idade precisam ter um local seguro para poderem caminhar tranquilas. Apoiamos o prefeito e ficamos satisfeitos com o trabalho”, diz. O presidente da associação, Nelson Bassuli, garante que vai levar os argumentos até a comunidade e acredita que após as explicações todos entenderão.

Comentários

Anônimo disse…
De fato estava na hora de arrumar a rua de principal acesso pro Bairro, acho que calçadas são importantes, mas então tem que proibir de estacionar na rua inteira, por que essa semana mesmo me obriguei a jogar meu carro em um dos cruzamentos com a cristiano, por que ia subindo uma carreta e mais o Combo transul e simplesmente não passa um carro e um caminhão e se agrava se tiver pessoas na rua ( eles continuam andando no meio da rua) e ou um carro parado o que sempre acontece, acho que o mais certo era planejar direito né, do começo da rua no encontro com a Caldas Junior se tem uma ideia de quanto a rua foi estreitada, e outra reclamação a obra começa na Av. Caldas Junior e acaba na João Maria de Oliveira, não na José Maria de Oliveira como está na placa, fica complicado, nem a prefeitura sabe os nomes da Rua da Cidade.
Anônimo disse…
De fato estava na hora de arrumar a rua de principal acesso pro Bairro, acho que calçadas são importantes, mas então tem que proibir de estacionar na rua inteira, por que essa semana mesmo me obriguei a jogar meu carro em um dos cruzamentos com a cristiano, por que ia subindo uma carreta e mais o Combo transul e simplesmente não passa um carro e um caminhão e se agrava se tiver pessoas na rua ( eles continuam andando no meio da rua) e ou um carro parado o que sempre acontece, acho que o mais certo era planejar direito né, do começo da rua no encontro com a Caldas Junior se tem uma ideia de quanto a rua foi estreitada, e outra reclamação a obra começa na Av. Caldas Junior e acaba na João Maria de Oliveira, não na José Maria de Oliveira como está na placa, fica complicado, nem a prefeitura sabe os nomes da Rua da Cidade.