Autoridades e empresários visitam obras do Órion Parque

O Parque Tecnológico da Serra Catarinense (Órion Parque) está sendo implantado para dar suporte a empresas e instituições de ensino da região voltadas ao ramo de Tecnologia da Informação (TI). O principal objetivo é transformar projetos acadêmicos em negócios rentáveis, abrindo novas oportunidades de negócios e ampliando o número de empregos.
Ontem, 25, o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte, o presidente do Instituto Órion, Roberto Amaral, e um grupo de empresários visitaram as obras do prédio central, que está sendo construído no bairro São Francisco, próximo ao campus do Instituto Federal (IFSC)
Os trabalhos estão bem adiantados, e devem ser concluídos no início do ano que vem. Orçado em R$ 6,2 milhões, o projeto está sendo subsidiado pelo Governo do Estado (R$ 5 milhões), em parceria com a prefeitura de Lages (R$ 1,2 milhão).
A estrutura terá aproximadamente cinco mil metros quadrados, divididos em quatro pavimentos, concentrando incubadoras, centros de pesquisa e desenvolvimento, museu tecnológico, auditórios, salas de treinamento e inclusão digital, áreas de convivência de praça de alimentação. Os cerca de 30 operários engajados na obra já estão erguendo o último pavimento do edifício.

Algumas empresas já garantiram a instalação no Parque Tecnológico. É o caso da NDDigital, que pretende ampliar o número de softwares criados, a partir do trabalho desenvolvido pelos acadêmicos de instituições de ensino – caso da faculdade de TI do Senac. Para isso, a empresa irá construir uma nova estrutura perto do prédio central.

Comentários