Flagrante do leitor: Descarte inadequado de lixo eletrônico atrás do CIA

Um leitor do portal nos enviou algumas fotos, mostrando um descarte irregular de lixos eletrônicos, em um terreno baldio, atrás do Clube CIA, na Avenida Belisário Ramos, próximo a Igreja Quadrangular, no bairro São Cristóvão.

 A lei estabelece que produtos e componentes eletrônicos considerados lixo devem ser tratados de forma a não provocar impactos negativos ao meio ambiente e à sociedade. 

Pela lei, a responsabilidade da destinação deve ser feita pelas empresas que produzem, comercializam ou importam esses produtos. Na lista de produtos estão computadores, TVs, baterias, pilhas e itens magnetizados. 


Pelo texto da Lei, o material descartado deve passar por processos de reciclagem e aproveitamento, ou ser reutilizado. 

Caso seja impossível reciclar ou reutilizar, o produto deve ser neutralizado para não causar impactos ambientais. 

Tem mais: rótulos e embalagens agora precisam trazer a advertência de que não sejam descartados em lixo comum, orientação sobre postos de entrega e alerta sobre a existência de metais pesados ou substâncias tóxicas, , caso existam. Aqueles que descumprirem a lei poderão receber de advertência multa diária de até R$ 14 mil.

Comentários