Bancários de Santa Catarina aderem à greve nacional da categoria

Foto - FalandoTudo.com
Assembléia aprova greve  bancos em Lages

Os bancários das regiões de Florianópolis, Blumenau, Chapecó, Lages e Criciúma aderiram à greve nacional da categoria nesta terça-feira (30). 
O atendimento presencial nas agências não está sendo feito
Bancários de bancos públicos e privados de todo o Brasil decidiram em assembleias realizadas na segunda (29) entrar em greve por tempo indeterminado. O Procon orienta que os consumidores paguem as contas via internet, caixas eletrônicos, casas lotéricas
Reivindicações dos bancários

Os trabalhadores que decidiram pela greve pedem reajuste salarial de 12,5%, além de piso salarial de R$ 2.979,25, PLR de três salários mais parcela adicional de R$ 6.247 e 14º salário. A categoria também pede aumento nos valores de benefícios como vale refeição, auxílio creche, gratificação de caixa, entre outros.

Além do aumento de salário e benefícios, os bancários também pedem melhores condições de trabalho com o fim de metas consideradas abusivas, combate ao assédio moral, igualdade de oportunidades, entre outras demandas.
No sábado (27), o Comando Nacional dos Bancários confirmou o indicativo de greve mesmo após uma nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). As instituições financeiras elevaram o reajuste de 7% a 7,35% para os salários, enquanto o aumento no piso da categoria foi de 7,5% para 8%.

Comentários