Empresários solicitam mais atenção no tráfego de caminhões na Via Gastronômica

Preocupados com o desrespeito dos motoristas de veículos pesados, que insistem em circular pela rua Emiliano Ramos, o empresário Edésio Forbici, que também preside a Associação Amigos da Via Gastronômica, e o coordenador regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Altenir Agostini, conversaram com o prefeito Elizeu Mattos na tarde desta terça-feira (7).
Eles entregaram um ofício onde consta o pedido de que sejam tomadas medidas urgentes para impedir que caminhões acima de cinco toneladas continuem trafegando pela via, em qualquer horário, seja durante o dia ou à noite, pois causa transtornos e prejuízos, danificando o patrimônio público. 
Edésio afirma que muitos motoristas, com cargas que chegam a ultrapassar 20 toneladas, com grandes dimensões, continuam circulando por ali, inclusive transitando por cima das calçadas para descarregar suas mercadorias. Instituições como a Associação Empresarial de Lages (Acil) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) também apoiam a iniciativa.
O prefeito Elizeu Mattos afirma que esta era uma providência prometida durante sua campanha e se sente na obrigação de ampliar as discussões e tomar uma decisão em conjunto com as entidades e estabelecimentos envolvidos diretamente com o trânsito no local. “Não pode ser uma decisão unilateral. Vamos discutir com todos e avaliar a situação antes de ser tomada uma providência”, diz.
Revitalização
A via está em pleno processo de revitalização total, que inclui cabeamento subterrâneo de energia e telecomunicação, iluminação pública com tecnologia e LED, modernização do pavimento em paver, mudança das redes de água e esgoto, equipamentos urbanos como jardinagem, novas lixeiras, floreiras, bancos, acessibilidade para pedestres e portadores de necessidades especiais, sinalização moderna de trânsito e arborização.
Lei existe desde 2008
A lei municipal n° 3.509, que regulamenta o tráfego de caminhões no Centro, existe desde 2008, mas não vem sendo cumprida. A Diretoria de Trânsito (Diretran) se comprometeu em intensificar as fiscalizações, principalmente na Via Gastronômica. Os motoristas em descumprimento estão sujeitos à multa e remoção do veículo, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).
A circulação de veículos com até cinco toneladas está permitida de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, para carga e descarga de mercadorias de espécie, de caminhão, furgão misto/camionete, carga/camionete, respeitando-se os locais pré-estabelecidos e sinalizados. De segunda a sexta, das 19h às 7h, podem circular veículos acima desta pesagem.


Para qualquer peso de caminhão o limite de altura é de até 4,30 metros devido à fiação elétrica. Aos sábados, das 13h até às 7h de segunda-feira, é permitida a circulação de veículos acima de cinco toneladas, prevalecendo o bom senso de que as vias pavimentadas e de calçamento devem ser preservadas. Os casos excepcionais fora dos padrões indicados na lei serão decididos pelo Órgão Executivo de Trânsito do Município, com antecedência mínima de 48 horas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Anunciados os shows tradicionalistas da 32ª Festa Nacional do Pinhão