Segundo engenheiro agrônomo, queda da árvore foi provocada pelo vento

O temporal que atingiu Lages no meio da tarde desta quinta-feira (16) não deixou feridos e nem atingiu veículos, mas as rajadas de vento com velocidade entre 40 e 60 quilômetros por hora provocaram a queda de uma árvore de aproximadamente 60 anos em frente à Delegacia Regional da Polícia Civil. 

Agentes de Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros trabalharam no corte da árvore. Agentes municipais de trânsito monitoraram a rua e colaboraram no processo para que o tráfego de veículos não fosse interrompido por muito tempo.
Segundo o engenheiro agrônomo da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Giovanni Tomazelli Guesser, a árvore que caiu no Centro, em frente à rua Lauro Muller, é uma espécie exótica, com formação de raiz fasciculada (cabeleira) e não possui raiz pivotante, ou seja, as raízes não estão aprofundadas, são superficiais no solo, facilitando sua queda. A árvore tinha cerca de 20 metros de altura, mas o ideal são 12 metros. 
“Não havíamos mexido nela ainda. Não houve tempo. Sua queda foi uma ocasionalidade devido à intempérie”, reitera Giovanni, afirmando que não foram raios que provocaram sua queda, e sim, a força dos ventos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Anunciados os shows tradicionalistas da 32ª Festa Nacional do Pinhão