Nota oficial - Administração Municipal propõe reajuste salarial para o magistério

O poder executivo apresentou proposição de reajuste salarial para o magistério municipal em assembleia nesta quarta-feira (26). 
A proposta da administração municipal ao Sindicato Municipal dos Profissionais em Educação de Lages (Simproel) é de que o aumento seja de 6,5%, além dos 10% no vale-alimentação.
O quadro de professores da rede municipal de educação conta, atualmente, com 1.540 profissionais. Neste universo, 880 são efetivos. Destes, 485 já receberam 13,11% da progressão, somados aos 6,50% propostos terão um acréscimo total de 19,61% em seus salários; 65 receberão a partir de março 13,11% de progressão que somados aos 6,50% da proposta acrescerão 19,61% aos seus vencimentos.
Outra parte dos funcionários efetivos, ou seja, 227 professores, receberão o reajuste de 6,5% mais os 4% de progressão. Isso resulta num aumento salarial de 10,5%. Os educadores contratados pelo município já tiveram a remuneração reajustada em 13,1%. Na proposta, a prefeitura ainda oferece 10% de aumento no vale-alimentação e a incorporação do abono em setembro de 2015.

Comentários

Anônimo disse…
10%de aumento no vale alimentaçao de 100,00 reais para os professores 40hs sao 10,00 reais de aumento, ja os de 20 hs o aumento e de 5,00 reais, se eu fosse o prefeito teria vergonha de oferecer isso, 6,5% de reajuste quando o nosso direito e de 13,01%. Sou professora SIM, estudei e estudo para isso ,mereço SIM ser valorizada. Bendito o que aprende
Anônimo disse…
O professor 40 horas ganha 100,00 reais de vale alimentaçao o de 20 horas ganha 50,00 tem gente que acha 10% muito de aumento mais isso da 10,00 reais para o professor 40 hs e 5,00 reais para o professor de 20 hs, se fosse o prefeito teria vergonha de oferecer isso.

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Jovem de 21 anos morre em acidente no Acesso Norte, em Lages