Parceria entre Prefeitura e CAV começam a surtir efeito

O prefeito interino Toni Duarte pretende firmar uma parceria positiva com as universidades públicas e privadas da cidade com intuito de estreitar relações e apoiar projetos de pesquisa científica e ações que beneficiem toda a comunidade. Encontros aprimoraram esta ideia, como em uma reunião em que todos os reitores foram recebidos no gabinete recentemente.
Como prova de que a parceria precisa ser no dia a dia e em todas as ações, os primeiros resultados já estão aparecendo. Uma delas, no que diz respeito ao Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade Estadual de Santa Catarina (Udesc), é tentar diminuir burocracias e tramitações dos quais a instituição depende do município. “Nosso papel enquanto município é fomentar todo desenvolvimento que as universidades precisam com atendimento mais rápido, superando todos os entraves burocráticos”, diz o secretário do Planejamento, Jorge Raineski.
Ele recebeu nesta semana a visita do diretor geral do CAV, João Fert Neto. Além das obras que estão em andamento no campus da universidade, incluindo reformas e ampliações com o prédio da engenharia florestal, que conta com mais de 5 mil metros quadrados de área construída, um conjunto de pequenas obras estão sendo feitas. Uma delas é a reforma da academia de musculação, um barracão para área de produção animal e construção de garagens, além de reformas internas.
Está previsto para o segundo semestre alguns projetos mais ousados, como da nova biblioteca do campus, do museu e do novo hospital veterinário, que terá entre 5 e 7 mil metros quadrados. “Para isso precisamos agilizar alguns trâmites burocráticos, alguns do passado, para encaminhar os projetos e ter as obras dentro da legalidade”, afirma o diretor João Fert Neto.
Contribuição com o planejamento da cidade
Na oportunidade também foram abordadas questões como a área do CAV dentro da cidade, que pode interferir no trânsito após a implantação das vias marginais e terrenos que a instituição possui e faz vizinhança a áreas que poderão sofrer intervenções no futuro. Para o secretário Raineski o planejamento é essencial, considerando que o campus está localizado em uma das regiões de maior crescimento da cidade. “O CAV já está praticamente cercado pela área urbana e surgem novos desafios. A instituição tem sido muito parceira do município em várias áreas, em ações comunitárias e no setor da agricultura. Precisamos aproveitar este potencial de conhecimento e acervo técnico para que agregue no planejamento da cidade. Em breve teremos o Instituto de Planejamento e seus gestores farão parte do nosso Conselho”, reitera.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Anunciados os shows tradicionalistas da 32ª Festa Nacional do Pinhão