Festa do Pinhão: Turismo apresenta balanço positivo

Com o término da 27ª Festa Nacional do Pinhão, a cidade começa a voltar à rotina e pensando no fomento do turismo na região, o secretário Flávio Agustini apresentou o reflexo positivo do evento, nos mais diversos segmentos. 
O levantamento final ainda não foi divulgado, mas de modo geral, Lages saiu ganhando, segundo ele. De acordo com Flávio, o chamado “turista de eventos” procura os roteiros em busca de entretenimento e diversão. “Quem se enquadra nesse perfil costuma gastar em média quatro vezes mais que o turista convencional e volta ao destino com mais frequência, ou seja, injeta muito dinheiro na economia local”, explica.

Para Flávio Agustini, o turismo tem a influência direta em mais de 50 segmentos da economia. “Ele utiliza vários serviços: equipamentos gastronômicos, rede hoteleira convencional e alternativa e até mesmo borracharias, o que gera um aquecimento econômico significativo”, relata. O secretário fala que foi um desafio realizar a festa em 30 dias focando na valorização da cultura e gastronomia local. “Ter realizado a Festa do Pinhão, acima de qualquer custo, foi uma atitude acertada”, garante.
Atrativos para conhecer a Serra
Visando a integração das 18 cidades que compõem a Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), o Fórum de Secretários de Turismo (Forsetur) discute o desenvolvimento do setor na região e, neste período, a Festa do Pinhão é mais um dos atrativos que levam o visitante a querer conhecer toda a Serra. “Ele quer otimizar seu deslocamento e usufruir dos atrativos locais da melhor maneira e está disposto a investir no seu lazer. E esta época do ano é a mais favorável para toda região se destacar no fomento turístico”, afirma o secretário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Anunciados os shows tradicionalistas da 32ª Festa Nacional do Pinhão