Profissionais de saúde da Serra e Meio-Oeste de SC são preparados para aprimorar a prevenção e o tratamento das DSTs/Aids

Profissionais de saúde da Serra e do Meio-Oeste de Santa Catarina estão ainda mais preparados para a prevenção e o tratamento de uma das doenças mais desafiadoras do mundo.
Promovido pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) da Secretaria de Estado da Saúde, o Seminário Macrorregional de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs/Aids) e Hepatites Virais reuniu 150 pessoas nesta segunda e terça-feira, na Pousada Rural do Sesc, em Lages.

O principal objetivo do encontro foi orientar e capacitar os presentes para fortalecer a integração entre as ações executadas pelos serviços de saúde das regiões em Santa Catarina.
Durante os dois dias do evento, os profissionais atualizaram o perfil epidemiológico do Estado e analisaram questões relacionadas às DSTs e à vacinação contra a hepatite. Também discutiram as parcerias para realizar diagnósticos precoces e planejar a rede de assistência no tratamento dos pacientes.
Os sistemas de informação em saúde, que analisam as características de cada região a fim de promover ações preventivas na melhoria da saúde pública, também estiveram na pauta do seminário.
“Foi uma experiência muito importante para sabermos o atual estágio do problema na nossa região e traçarmos os melhores caminhos para a prevenção e o tratamento adequado, evitando que mais pessoas fiquem doentes e garantindo maior qualidade de vida aos pacientes”, diz a gerente de saúde da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Lages, Camila Baccin.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Jovem de 21 anos morre em acidente no Acesso Norte, em Lages