Cabeamento subterrâneo: Obras na Nereu Ramos serão concluídas em 60 dias

Teve início nesta segunda-feira (3) a obra de implantação do cabeamento subterrâneo na rua Nereu Ramos, executadas pela empresa Quantum e fiscalizadas pela prefeitura. 
Estão sendo feitas as escavações e preparação da infraestrutura para posterior instalação do cabeamento de energia e comunicação.
 O prazo para conclusão é de no máximo dois meses com o intuito de não interferir na instalação do Túnel Encantado nesta via, um dos maiores atrativos da programação do Natal Felicidade.
Todas as decisões foram tomadas em reuniões com moradores da via e segmentos como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), facilitando a parte logística das obras. Estratégias foram adotadas, como a obra iniciar na parte de cima da rua, a partir da praça da Catedral sentido Terminal Urbano, evitando que sobras de material e outros dejetos sejam levados para as partes concluídas com a água das chuvas. Também foram observados que existem mais pontos comerciais na parte de baixo que no início da via e a intenção é causar o menor impacto possível aos lojistas.

Outra estratégia adotada será postergar o serviço de substituição da tubulação das redes pluvial e de esgoto, que será executada pela Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa). Esse trabalho não será feito neste momento, mas em ações futuras de revitalização do Centro, conforme previsto em projeto. A princípio a secretaria acompanhará caso haja tubulação rompida ou outro transtorno que necessite do trabalho da Semasa.
Foram estabelecidas metas e prazos para a execução da Nereu Ramos. Até o fim de outubro as obras deverão estar concluídas e, caso não seja possível, serão paralisadas para que se possa implantar a estrutura do Natal Felicidade. “Estamos otimistas de que o tempo irá colaborar e tudo aconteça conforme o cronograma. Com relação à parte da decoração natalina, vamos deixar tubos colocados na terra, que serão encaixes para os postes do túnel de luz, de modo que no próximo ano não precisaremos abrir buracos novamente”, explica o secretário de Planejamento, Jorge Raineski.

Comentários