Autoridades discutem implantação de escola militar em Lages


A convite do tenente-coronel João Valério Borges, comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Lages, o prefeito Toni Duarte esteve em reunião junto à sociedade maçônica para tratar sobre a intenção tanto do governo do Estado quanto do município em implantar uma escola militar na cidade. O encontro aconteceu segunda-feira (14).
 O projeto de criação da escola é da Polícia Militar. Os representantes da corporação fizeram uma exposição das vantagens da implantação da instituição. Em Santa Catarina há apenas uma unidade, em Florianópolis. “Oportunizaria aos alunos um ambiente de formação diferenciada”, entende o prefeito.
A escola segue o mesmo parâmetro da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), com disciplinas voltadas aos valores morais e comportamentais. “Após ouvir pessoas da sociedade maçônica e autoridades da Polícia Militar, além de lideranças políticas, ficou a cargo da prefeitura oferecer um espaço para que a escola comece a funcionar a partir de 2016. Enquanto isso o comando da Polícia Militar estrutura o corpo técnico para as aulas”, explica Toni.


Para que a implantação da escola aconteça de maneira rápida, a administração municipal oferecerá uma estrutura pronta, com tudo o que é necessário para pôr a escola em funcionamento. “Estamos procurando alternativa para que seja instalada, mas ao mesmo tempo um projeto de construção da sede definitiva estará em processo de elaboração”, reitera.
Fotos: Nilton Wolff

Comentários