Com estilo serrano, termômetro público cai no gosto do público

A instalação de um termômetro público, na sexta-feira (11), construído a partir de madeiras reaproveitadas e com o toque especial que o colorido das flores proporciona, deixou o largo da Catedral Diocesana ainda mais charmoso. O equipamento foi instalado pela Secretaria de Meio Ambiente e caiu no gosto do público, principalmente nas redes sociais. Lages contava com termômetros espalhados pela cidade, mas devido à ação do tempo as estruturas estavam comprometidas e o sistema desatualizado.
As equipes de serralheria, carpintaria, iluminação pública e do horto municipal trabalharam na construção do abrigo do novo equipamento. Foram aplicados recursos próprios do município, cerca de R$ 2,2 mil. “Reutilizamos materiais da secretaria, focando na economia e mostrando o estilo do povo serrano, com uma estrutura artesanal”, explica o secretário Mushue Hampel.


Por ser um valor relativamente pequeno, a compra do equipamento foi direta; depois de muita pesquisa a secretaria adquiriu o termômetro de uma empresa de São Paulo. 
“Atendendo a solicitação do prefeito Toni Duarte, estamos trabalhando para contornar a crise e criar alternativas sustentáveis”, afirma o secretário. O equipamento ainda está em fase de testes e sendo calibrado. Os ajustes, conforme explica o secretário, são simples. O termômetro marca a temperatura, a data, a hora e mostrará mensagens de interesse público. “Esse foi apenas o primeiro. A intenção é colocar mais seis nos principais pontos da cidade”, finaliza.

Comentários