GAECO de Lages prende empresário por sonegação em Otacílio Costa


Na tarde desta quarta-feira (16/9), o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) de Lages, cumpriu mandado de prisão de um empresário do setor madeireiro na Comarca de Otacílio Costa.
 
A prisão preventiva foi decretada pelo Juízo daquela Comarca atendendo a requerimento formulado pela Promotoria de Justiça Regional de Combate aos Crimes contra a Ordem Tributária da Comarca de Lages em parceria com a promotoria de Justiça de Otacílio Costa.
 
O requerimento de prisão decorreu da prática reiterada de crimes contra a ordem tributária, cometidos desde o ano de 2003. Tramitam contra ele, na Comarca de Otacílio Costa, oito ações penais pela prática de crimes contra a ordem tributária, sendo que em quatro delas já houve condenação em primeiro grau. Mesmo assim o empresário persistiu no ciclo delitivo tendo sido novamente autuado pelo fisco estadual.
 
O valor atual do débito tributário resultante da prática criminosa habitual ultrapassa R$ 4 milhões. "Duvida-se que, somado o objeto de furto de todos os presos provisórios nesta comarca, atinja-se o valor do prejuízo causado pelo requerido ao patrimônio público estadual", ressaltaram os Promotores de Justiça que assinaram o requerimento.
 
Depois de preso, o empresário foi conduzido para o Presídio Regional de Lages.

Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC

Comentários