Prefeito diz que obras do Complexo Araucária erá projetada para o crescimento da cidade

A respeito das obras do Complexo Araucária, que contemplam sete bairros, com custo de R$ 26 milhões, sendo R$ 2 milhões da Semasa, Elizeu frisa que é uma ação que atenderá 25 mil pessoas, sendo que cerca de seis mil residências serão diretamente ligadas à rede de coleta de esgoto. 

Para isso está sendo construída uma Estação de Tratamento (ETE) capaz de processar o esgotamento sanitário produzido por até 40 mil pessoas. “Trata-se de uma obra projetada para o futuro desenvolvimento da cidade”, assegura.
Sobre os transtornos causados pela abertura das valas das obras do Complexo Araucária, o prefeito pede compreensão. “São obras que, por sua natureza técnica, causam transtornos; o que devemos fazer é minimizar isso”, pondera. A ETE em construção no Araucária está em fase de concretagem da base do Tanque 2, havendo ainda mais dois tanques para serem construídos. 


Serão dois módulos para tratamento e um terceiro para desinfecção do esgoto coletado. “Trata-se de um obra moderna, que será dotada da mais avançada tecnologia existente hoje no mundo”, conclui o secretário da Semasa, Benjamim Schultz.

Comentários