Câmara dos Deputados aprovou o “projeto da vida”, afirma Carmen Zanotto

Minutos após a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 001/2015 que destina mais recursos para o SUS de forma escalonada ao longo de sete anos, a deput
ada federal Carmen Zanotto (PPS-SC), relatora da matéria, declarou que acabara de se avalizar um “projeto para salvar vidas”, comemorou. 


Carmen Zanotto foi elogiada por vários deputados como a parlamentar que se empenhou e que teve capacidade de construir um acordo entre a Câmara e o governo federal a fim de abrir caminho para a aprovação da PEC na sessão deliberativa desta terça-feira (22). 
“Quero agradecer e dizer que este painel reflete exatamente o desejo e um sonho acalentado por muitos, sobretudo, pelos que aderiram à campanha do Saúde + 10 que teve mais de dois milhões de assinaturas”, comentou Carmen Zanotto. 
A PEC 001/2015 recebeu 402 votos e teve apenas um voto contra. “Entendo que esse projeto não é apenas de nós relatora, autor e presidente da comissão especial, é toda a sociedade que acredita no SUS”, analisou a deputada.
Para Carmen Zanotto, conselhos de saúde e secretários de saúde, profissionais de medicina, enfermagem e psicologia, enfim, todo um sistema “que está com sérios gargalos e comprometido por causa do orçamento vai ser valorizado”, afirmou. 
Pelo texto acordado por Carmen Zanotto com o governo federal a destinação de recursos ao SUS inicia-se com o percentual de 14,8% das recentes correntes liquidas e vai aumentando até merecer 19,4% da mesma fonte após sete anos, de forma escalonada.

Comentários