EMEB Joaquim Henriques comemora 50 anos de fundação

A comunidade beneficiada pela Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Professor Antônio Joaquim Henriques, do bairro Centenário, estava em festa nesta quarta-feira (23), comemorando os 50 anos de fundação da instituição. Pais, alunos, professores e servidores da escola tiveram uma manhã repleta de apresentações artísticas dos próprios alunos e o tradicional bolo, servido a todos. O prefeito Elizeu Mattos não deixou de prestigiar o evento em respeito ao histórico de serviço que a escola apresenta.
Histórico
A Emeb foi criada em 23 de março de 1966, inicialmente como Escola Reunida. Um ano após funcionava como Grupo Escolar e em março de 1988 passou a atender como Escola Básica. O nome da instituição foi uma homenagem ao lageano, músico, poeta, jornalista e professor itinerante Antônio Joaquim Henriques, que usava vários pseudônimos, sendo que um dos mais conhecidos era Matheus Junqueira.
A escola surgiu para atender os filhos dos primeiros moradores do bairro Centenário. Atualmente atende 600 alunos do 1° ao 9° ano do ensino fundamental nos períodos matutino, vespertino e noturno e cem alunos em período integral do programa Mais Educação, onde são oferecidas oficinas de canto e coral, samba raiz, capoeira, taekwondo, orientação de estudos, literatura e esporte.
Desenvolve também o programa Mais Cultura nas Escolas oferecendo aulas de streetdance, Atendimento Educacional Especializado (AEE) para alunos com deficiência e a assistência pedagógica e reforço escolar para alunos do 2° ao 5° ano. 
PROJETO SAMBA RAIZ
"Este evento de hoje foi uma homenagem para ex-alunos do Projeto Samba Raiz, que iniciou em Outubro de 2012, com esses Ccinco meninos, que faziam parte da EMEB Professor Antonio Joaquim Henriques. 
Em 2013 fizemos uma apresentação no IFSC, com o convite de Márcia Medeiros, neste dia conhecemos o instrumentista da Vila Isabel Rolando Lisboa e o Reizinho músico e sambista, tocamos junto com eles. Rolando prometeu trazer do Rio de Janeiro camisetas das Escolas de Samba do grupo especial do rioEntão fizemos a entrega das camisetas para eles  forma de homenagem", disse Paulinho, autor do Projeto Samba Raiz.


Comentários

Unknown disse…
Nesta Escola comecei e terminei minha caminhada profissional, espero ter deixado um pouco de mim. Porque trouxe muita saudade.