Vereadores sentem pressão após ver o plenário lotado, na última sessão

Para a cidade andar pra frente, as pessoas precisam freqüentar a Câmara de Vereadores. Eles mudam sua postura quando o plenário está lotado. Wendel.


O que dizer de um dia tão atordoado para alguns vereadores? Uma sessão que jamais tinha visto dentro do plenário. Diante dos fatos da política nacional, me parece que o povo Lageano aprendeu que em lages existe a tal política, aquela que precisa ser vista em todos os sentidos e acompanhadas frequentemente. O que se viu foram aqueles vereadores que só votam para o seu bem, mas nem sempre o próprio bem se torna o "bem".


 Após os bafafas de aumento de salário, me parece que os vereadores que  haviam votado a favor estão com a batata assando. O alvoroço foi tão grande que tinha até vereador dando depoimento que não sabia o que estava votando. Tu já imaginou isso? 

Depois deste cúmulo de comentário, em sessão tinha vereador falando que não votaria para a diminuição de cadeiras que contenha o 13 que afundou o Brasil ou o 15 que derrubou a cidade. Poxa, isso acabou com todos que estavam lá. Comparando números de partidos, com números de cadeiras que a câmera passará a ter, após votos. 

Enfim. A novela ainda não acabou. Nesta terça, os vereadores vão encontrar os mesmos números de pessoas, e ver até onde isso vai. Agora votar e não saber o que estava votando foi a melhor. Leia vereador!

"Sobre o número de cadeiras na Câmara, os vereadores preferiram não decidir. A população presente chegou a virar de costas para o plenário por alguns instantes nem assim conseguiram chegar a um consenso sobre o assunto", Vem pra rua Lages.


Fotos: Zé Rabelo 

Comentários