Prefeito reúne entidades para discutir revitalização do Centro

Preocupado com a urgência das medidas que precisam ser tomadas para dar andamento ao projeto de revitalização do Centro, o prefeito Elizeu Mattos reuniu entidades representativas da cidade para discutir questões a respeito.
 O encontro foi realizado na tarde desta sexta-feira (15) na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).Na oportunidade foi lançado o edital de licitação para a iluminação pública, com orçamento aproximado de R$ 1 milhão. A intenção é substituir toda a iluminação das principais ruas centrais e, conforme as condições financeiras, colocar luminárias em LED nas ruas Coronel Córdova e Nereu Ramos.
Serão revitalizados inicialmente os dois calçadões (praças João Costa e Túlio Fiúza de Carvalho), as ruas Coronel Córdova e Nereu Ramos e outras vias que não estavam incluídas no projeto original, executado em parceria com a empresa espanhola IDP, como a Correia Pinto e suas travessias, Marechal Deodoro e o entorno da catedral Diocesana.Oorçamento para a execução do calçadão da João Costa é de aproximadamente R$ 337 mil; do Túlio Fiúza de Carvalho, R$270 mil;da rua Nereu Ramos, com iluminação em LED, cerca de R$ 400 mil; da rua Coronel Córdova, de R$ 370 mil.


Além da iluminação, com 125 pontos, todos os passeios públicos nestes trechos serão refeitos, empaver, com a inclusão de equipamentos como floreiras, bicicletários, bancos, arborização e paisagismo. O orçamento para essa etapa é de aproximadamente R$ 2 milhões, com contrapartida do município. “Vamos levar o projeto até o governo do Estado, buscando parceria, essencial para sua execução. Precisamos fazer as obras de acordo com as condições financeiras do município”, aponta o prefeito.
Por enquanto não será executada a parte de pavimentação das vias, deixando para uma ação futura, quando forem feitas drenagens pluviais e sistema de esgoto novo. Em alguns espaços dos passeios serão implantados pisos-grama, a exemplo da praça João Ribeiro, em frente à Catedral, um experimento de sucesso, permitindo maior permeabilidade do solo.
A reunião contou com a presença de representantes da Associação Serrana dos Deficientes Físicos (Asdef), União das Associações de Moradores de Lages, Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), Associação dos Engenheiros e Arquitetos (AEA), Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/Lages),Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), universidades (Udesc e Facvest), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Associação Empresarial de Lages (Acil), Observatório Social, comunidade de Santa Terezinha do Salto e secretarias municipais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ato de covardia tira a vida do DJ Eder Goulart, proprietário da Zafira Lounge

McDonald's em Lages no Garden Shopping

Anunciados os shows tradicionalistas da 32ª Festa Nacional do Pinhão