Alojamento emergencial recebe cinco pessoas em situação de rua na primeira noite

Na primeira noite, após a instalação do alojamento provisório, no ginásio de esportes da Secretaria Municipal de Assistência Social, que ocorreu nesta quinta-feira (9), cinco pessoas em situação de rua, todos homens, foram localizados pela equipe da Abordagem Social e aceitaram se deslocar para o alojamento. “Foi uma primeira noite muito fria, onde o esforço de todos os envolvidos nesta força-tarefa já resultou em um trabalho positivo para amenizarmos um pouco os problemas destas pessoas”, diz o secretário de Assistência Social, Luiz Gonzaga Azzi. 

No local foram instaladas sete “barracas-casas”, medindo 4,60m x 5,60m, disponibilizadas pela Defesa Civil. As barracas com capacidade para até sete pessoas estão equipadas com colchões de solteiro e o chamado “kit acomodação”, que contém lençol, travesseiro, fronha e cobertor de solteiro. Estão disponibilizados ainda aquecedores elétricos e a óleo para o ambiente. A Secretaria de Assistência Social oferece ainda uma refeição. No ginásio, os banheiros possuem chuveiros com kits de higiene pessoal
Plano emergencial
A força-tarefa envolvendo as Secretarias Municipais de Assistência Social, Saúde, Segurança e Ordem Pública e a de Meio Ambiente, além da Defesa Civil, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Câmara de Vereadores, entre outros, foi instalada nesta quinta-feira. Trata-se do desenvolvimento de ações emergenciais no atendimento às pessoas em situação de rua, devido ao forte e intenso frio que atinge Lages. A previsão do tempo, segundo os institutos meteorológicos e da Defesa Civil Estadual, é que a temperatura permaneça baixa pelo menos até segunda-feira (13).

O alojamento provisório instalado no ginásio de esporte da Assistência Social vai funcionar com o trabalho de uma equipe técnica responsável pelo atendimento às pessoas. Estarão à disposição monitores e equipe da Secretaria de Segurança e Ordem Pública. As acomodações estarão disponíveis somente para o período da noite.
A busca e identificação das pessoas serão feitas pela equipe técnica de Abordagem Social, em parceria com as equipes da Defesa Civil e de Segurança e Ordem Pública. Quando necessário serão acionados o Samu, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o pronto-atendimento Tito Bianchini para auxiliarem nos serviços.
Nos casos de emergência estão disponíveis os telefones do plantão da Defesa Civil, 8406-4037, e o da Abordagem Social, 8406-2980. “O nosso Centro Pop e Acolhimento Pop para as pessoas em situação de rua, na Frei Gabriel, já está atuando com a sua capacidade máxima. Estão abrigadas famílias e pessoas dentro do perfil de atendimento desses equipamentos”, comenta o secretário Luiz Gonzaga Azzi.

Comentários