Prefeitura prioriza obras para liberar Condomínio Ponte Grande

A prefeitura de Lages, através da Secretaria de Planejamento e Obras lançou o edital de licitação para pavimentação asfáltica da Avenida Ponte Grande, no trecho que vai da ponte de acesso ao Condomínio Ponte Grande até o entroncamento das avenidas Antonio Ribeiro dos Santos e Cirilo Vieira Ramos, entre os bairros Caça e Tiro e Várzea. Para esta pavimentação, específica, os recursos serão da ordem de R$ 800 mil reais.



   Esta obra faz parte das prioridades elencadas pela Prefeitura para que, efetivamente, o Condomínio Ponte Grande possa ser liberado às famílias realocadas ao aluguel social. Em função das obras de implantação da avenida, cerca de 200 famílias tiveram de deixar suas casas antes localizadas às margens do Rio Ponte Grande.“A prioridade agora é o Condomínio e para que possamos entrega-lo aos moradores é necessária a ligação da rede de saneamento básico, assim como, a construção da ponte e a pavimentação asfáltica do acesso ao condomínio”, afirma o secretário de Planejamento e Obras, Clayton Bortoluzzi.

   Segundo o secretário, todas as licitações dessas obras deverão estar encaminhadas para até a segunda quinzena de abril. “As obras de ligações do sistema de esgotamento sanitário deste condomínio, à rede central de saneamento básico da Avenida Ponte Grande, e as obras de construção da ponte serão executadas paralelamente”, Explica Clayton Bortoluzzi. “Existem recursos previstos para etapas fundamentais para liberar o condomínio”, disse.


Rede Geral de Saneamento e Estrutura viária

   O secretário disse também que existem recursos para custear parte das obras já projetadas da Avenida Ponte Grande, ao longo do trecho que vai dos bairros Caça e Tiro e Várzea até o bairro Guarujá, e aí está incluso o projeto de implantação da rede geral de saneamento básico.
   “Em setembro de 2016, foi dada a ordem de serviço para início dessas obras de saneamento, porém sem que houvesse autorização da Caixa Econômica Federal, órgão fiscalizador dos projetos, tendo em vista a liberação de recursos já definidos pelo Governo Federal. Ou seja, a gestão deste projeto não foi adequada”, resume o secretário.
   “A intenção da atual administração é concluir todo o projeto original da avenida, com as devidas readequações. E para isso o prefeito Antonio Ceron está disposto a buscar recursos junto ao governo do Estado ou ao Governo Federal”, fala Clayton.

   Pelo projeto original, iniciado há cerca de seis anos, a Av. Ponte Grande terá pistas ao longo de ambas as margens do rio de mesmo nome, com exceção de determinado trecho que se estende do bairro Ferrovia até o bairro da Várzea, o qual terá somente uma pista, esta, à direita do rio Ponte Grande. Devido a isso, o acesso ao Condomínio Ponte Grande é unicamente através de uma ponte.
   O secretário disse que a Caixa Econômica Federal já deu entrada na Secretaria de Infraestrutura e Obras para a troca de nome do condomínio. Antes denominado de Gralha Azul, agora passa a se chamar Ponte Grande.
   Com a conclusão do projeto de saneamento do Ponte Grande, somando-se as demais obras de esgotamento sanitário em execução ou já concluídas, como por exemplo as do Complexo Araucária e as redes de esgoto implantadas em vários bairros, Lages terá uma cobertura de cerca de 60 a 70% da área urbana.

Comentários